sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Sobre o 1.º dia de escola

A mais velha entra para o 5.º ano, muda de escola, passa a vir para casa sozinha, passa a tratar de comprar os almoços dela e material escolar e quem tem um desarranjo intestinal no 1.º dia de aulas sou eu...

Ser mãe é isto?

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

"Tenta Alpha"

O que é o Alpha?
Resumidamente são uma série de sessões que exploram a Fé Cristã, realizado pelo mundo inteiro aqui na nossa Diocese tem lugar na Marinha Grande e inícia hoje o 10 Alpha.

Porque vou?
Tudo começou à uns meses quando a minha professora de yoga me mandou este pequeno trabalho de casa e lançou a questão: fé ou ferro?
Desde essa data que trago diariamente na agenda o pequeno marcador desenhado e pintado por mim para que todos os dias reflita sobre isso.
Como frequentadora da Igreja aqui da Paróquia há imenso tempo que era confrontada com informações sobre estes cursos e a curiosidade instalou-se. Durante semanas um pequeno post-it foi sendo passado semana para semana de modo que o assunto não fica-se esquecido... por algum motivo não foi parar ao lixo como acontece a muitos dos meus recados a longo prazo.
Quando algo na minha vida continua a ter necessidade da minha atenção passado imenso tempo aprendi que é realmente algo importante, assim decidi inscrever-me.


Hoje eu vou saber o que é, como é, para que é, e mais que tudo, será para mim?

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Pronta para voltar atrás

2 dias de trabalho e estou completamente pronta para voltar para o lago.
Nível de saudades do trabalho completamente atestado...


segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Welcome to normal life

A parte "saudosista" de voltar a casa após férias (na minha vida) é voltar a passar fome.

Aquela sensação de criança do 3.º mundo a tentar dormir com o estômago completamente vazio e aos roncos.

Bem-vinda à vida normal!

domingo, 17 de setembro de 2017

13/2017



Título: Laços que perduram
Autor: Nicholas Sparks

Pontuação: 4*



"Com apenas vinte e cinco anos, Julie Barenson tem já uma mágoa maior do que a vida: o seu querido marido, Jim, morreu. 
Em plena noite de Natal, dilacerada pela perda, ela recebe os dois inesperados presentes que ele lhe deixou. É o típico ato de amor de Jim: não a esquecer nem por um segundo. É assim que Singer, um cachorrinho amoroso e assustado, entra na sua vida. 
A acompanhá-lo vem um bilhete e uma promessa: Jim velará sempre por ela. 
Quatro anos depois, Julie está preparada para começar de novo e Richard Franklin parece ser o homem ideal. Mas no seu íntimo, ela sente que algo está errado e termina a relação. A seu lado, incondicionalmente, está Mike Harris, o bondoso melhor amigo de Jim, o homem que a apoiou nos melhores e nos piores momentos. Ao longo dos anos, os sentimentos entre ambos floresceram e parece ter finalmente chegado o momento de viverem plenamente a sua paixão. 
Mas quando a vida parecia sorrir-lhe de novo, Julie tem de enfrentar o pior dos pesadelos - sobreviver à perseguição de um louco." retirado de wook.pt


Para mim...

2.º livro do autor que leio este ano, agora fugindo à lista do Desafio de Leitura que aderi este ano.
Foi o meu livro das férias, cheguei ás estantes fechei os olhos e pesquei.

Um romance ao estilo do Sparks, uma miúda destruída pela dor da perda do seu amor (um clássico), o despertar novamente para o amor e ao qual somou um psicopata (e muito bem).
Leitura leve, sem grande arrebatamento, não dos melhores livros dele, teve alguma emoção nas páginas finais com o perseguição cega e a possibilidade de ver aos olhos de um psicopata a sua presa.

sábado, 2 de setembro de 2017

Espera, bodas de zinco?

Mas como é que já chegámos aqui se ainda ontem andávamos a preparar tudo para o casamento?
10 anos?
Quem é que são estas miúdas?


Este ano como saltar de avião já riscámos da nossa lista aos 8 anos tenho que me aplicar a escolher a comemoração, enquanto perdia tempo a ler ideias por aí acho que vou enveredar pela 3.ª opção desta lista de ideias.

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

12/2017




Nome: Guia Prático da Inteligência Emocional
Autora: Travis Bradberry e Jean Greaves
Pontuação: 5*

"Este livro ensina-nos que compreender e usar a inteligência emocional pode ser a chave para superarmos os nossos objectivos e realizarmos todo o nosso potencial, de maneira a melhor gerirmos os nossos horários, comportamentos e relações." retirado de wook.pt


Para mim...
Desafio de Leitura 2017 - "Livro que esteja esquecido na estante lá de casa
"

Este poderia também incorporar a categoria de livro que tentaste ler e desististe, mas como já referi aqui mais que uma vez há um tempo certo para cada livro e este tinha chegado a hora quando as minhas relações emocionais aparecem cada vez mais conturbadas e os sentimentos ganham caminho à racionalidade.
De um momento para o outro devorei este livro de auto-ajuda, que me foi oferecida pela minha melhor amiga, e percebi que afinal controlo adequadamente as minhas emoções, quando assim o quero. 
Um livro que nos elucida sobres as quatro áreas da nossa inteligência emocional, como as poderemos trabalhar, aplicar na nossa vida particular e laboral.

Houveram pequenas frases que transcrevi para o meu caderno de apontamentos que me disseram algo profundamente:

"Debruçar-se sobre o seu desconforto é a única forma de mudar."

"... um pessoa pode pensar que as desculpas são para os fracos, e por isso nunca aprende a reconhecer quando é necessário pedir desculpa. Outra pessoa odeia sentir-se em baixo, por isso ela passa todo o seu tempo a ser o bobo da corte.""

Encaixo no perfil de bobo da corte...


quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Leite "all over the place"

Questionaram-me um dia porque raramente escreve sobre a minha filha mais nova...honestamente ela bate-me em histórias que eu sinto-me ameaçada.
Como é que alguém com 8 anos e tão inteligente me consegue espalhar leite de aveia pelo chão, paredes, armários e os outros é que têm a culpa?

Just breath Gabriela... in and out!

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Agora é o dia

Quando chegas àquele momento da tua vida em que metes o cinto de segurança à couve-lombarda e às cenouras (e demais legumes e frutas) para poderem seguir viagem no lugar do passageiro.
Honestamente não entendo este carro ou então eu consigo ser mais leve que as minhas compras bi-semanais na frutaria.



segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Cakes today, diet tomorrow



No que toca a bolos eu nunca falho ao prometido, e gosto de experimentar várias maneiras de fazer o mesmo tipo de bolo e o bolo mármore é um dos meus preferidos: de fazer e de comer.

Já partilhei aqui esta maneira e hoje trago outra versão que para mim é a melhor até hoje.

Ingredientes:

  • 250gr manteiga vegetal amolecida;
  • 250gr de açúcar (usei amarelo porque acentua o sabor do chocolate);
  • 1 saqueta de açúcar baunilhado (como faço açúcar baunilhado em casa bastou trocar metade da dose acima pelo baunilhado);
  • 3 ovos;
  • 125 gr amido de milho (Maisena);
  • 375gr de farinha de trigo;
  • 1 c. chá fermento em pó para bolos;
  • +/- 150 ml de leite de soja sem açúcar;
  • 50 gr de cacau;


Preparação:
Pré-aquecer o forno a 200º. Bater a manteiga com o açúcar muito bem até obter um creme, misturar o açúcar aos poucos no creme de manteiga. Juntar os ovos, um a um e bater cada ovo aproximadamente meio minuto.
Misturar o amido, a farinha e o fermento em pó, peneirar e adicionar à massa.
Incorporar pouco a pouco o leite e misturar até obter um creme consistente.
Untar uma forma alta com chaminé e polvilhar com farinha.
Verter 2 terços da massa na forma.
Misturar no resto da massa o cacau e um pouco de leite (2/3 colheres sopa). Deitar a massa de cacau sobre a outra massa.
Passar o garfo em espiral pelas duas camadas de massa.
Levar ao forno, a meia altura, durante cerca de 60 minutos.
Depois de cozido retirar do forno e polvilhar com açúcar em pó.

Esta receita é ovo-vegetariana, os poucos ovos que uso vêm das galinhas felizes que a minha mãe cria.


Há uns dias perguntaram-me se a minha vida era só comida, refleti sobre o assunto e respondi: "SIM!"

domingo, 27 de agosto de 2017

I feel music #34



Mia Rose - Tudo para Dar ft. Salvador Seixas



"Tínhamos tudo para dar
Mas tu eras uma besta
Estou farta de te aturar!"

(rima que me saiu enquanto cozinhava e trauteava a música para entreter as miúdas)

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Zombie é fixe!!

Percebo que ando a falhar algo na educação delas quando dou autorização à mais velha para ir ver TV e ela entra histérica casa-de-banho dentro porque está a dar o zombie fofinho...


Acabo por me aconchegar a ver também e ela passa o filme todo a dizer: "Ele é tão querido..."

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Veggie: Espetadas de tofú fumado





Almoço de domingo com acompanhamento versão vegetariana e macrobiótica.

Ingredientes:
- tofú fumado;
- courgette;
- cebola;
- tomate cereja.


Preparação:
Montar as espetadas e levar a grelhar pinceladas com azeite (borrifei com umas gotas de molho de soja).
Acompanhei com arroz integral com feijão manteiga e brócolos (versão macro) e arroz agulha com feijão e brócolos (versão vegetariana).

terça-feira, 22 de agosto de 2017

11/2017




Nome: O Cavaleiro da Dinamarca
Autora: Sophia de Mello Breyner Andresen
Pontuação: 5*


"
No regresso de uma longa peregrinação à Palestina, o Cavaleiro tem apenas um desejo: voltar a casa a tempo de celebrar o Natal com a sua família. 

Nessa viagem, maravilha-se com as cidades de Veneza e Florença, e ouve histórias espantosas sobre pintores, poetas e navegadores. São muitas as dificuldades com que se depara, mas uma força inabalável parece ajudá-lo a passar essa noite tão especial com aqueles que mais ama… ?" em wook.pt

Para mim...

Desafio de Leitura 2017 - "Livro que se lê num dia
"

Lembro-me da capa deste livro dos tempos de criança em casa dos meus avós, é-me tão familiar que aquando das últimas limpezas me deparei com ele numa mala velha tive um daqueles apertos no coração que nunca mais o larguei.
Limpei, trouxe comigo para casa e qual não é o meu espanto que ao abrir me deparo com isto...


Este livro pertencia ao meu padrinho de batismo que morreu quando eu tinha 2 anos num acidente de viação e do qual eu ainda tenho lembranças bem nítidas.

domingo, 20 de agosto de 2017

I feel music #33



"You're My" Flashlight..."



As duas espetaculares atuações finais dos filmes Pitch Perfect 1 e 2, imensamente revistos aqui em casa e dos quais sabemos cantar as músicas quase todas.

sábado, 19 de agosto de 2017

Loving people

Amar pessoas com o mesmo grau de insanidade mental que nós é ligares em trabalho a um colega e ao atender não se ouvir nada para além de silêncio.
O silêncio prolonga-se.
Até que de repente começas a ouvir ao longe um som que se assemelha a alguém a lamber algo, literalmente a chupar algo.
Numa tentativa de conteres as gargalhadas imaginas que ligaste para um daqueles números dos anúncios das páginas centrais do Correio da Manhã.
Afinal era só um colega na hora do lanche a comer um Calippo.

São aquelas pequenas coisas que fazem teres saudades quando vão de férias!

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Cenas de cabras



Uma das coisas que mais me lembro da minha infância é dos cabritos aos saltos na casa dos meus pais e de andar sempre às cornadas a eles... isso talvez explique muita coisa agora quando o meu cérebro faísca.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Filmografia

Fim-semana de Chris Evans...



Título: Antes do adeus
Ano: 2014
Género: Comédia / Drama / Romance
Duração: 1h35 min.
Realização: 
Chris Evans
Atores: 
 Chris EvansAlice EveEmma Fitzpatrick 
Ratings: 6.9/10


"Nick e Brooke são dois estranhos que acabam por se conhecer quando ficam retidos em Nova Iorque durante uma noite. Um encontro acidental que depressa se transforma em algo mais, quando os dois se tornam confidentes um do outro, durante uma noite de inesperadas aventuras, que os vai obrigar a confrontarem-se com os seus receios e a tomar o controlo das suas próprias vidas." retirado de mag.sapo.pt


Para mim...

Denoto que ando a ficar uma romântica incurável, já nem sei apontar o último filme de terror que tenha visto, o que me assusta imenso como alguém poderá mudar assim tão radicalmente.
Para além do famosíssimo Capitão América poucas outras interpretações tinha visto do Chris Evans e ao passar pelo guia de filmes este despertou-me logo a curiosidade.
Um filme simples, sem grande história ou ação mas que prima por um maravilhoso soundtrack original que me fez ficar a ouvir até à última letra desaparecer do ecrã preto.
Um caso para dizer: salvo pela música.





Título: Como seduzir uma amiga
Ano: 2014
Género: Comédia / Romance
Duração: 1h34 min.
Realização: 
Justin Reardon
Atores: 
 Chris Evans
Michelle MonaghanTopher Grace
Ratings: 6.0/10


"Um guionista (Chris Evans) vê-se em apuros quando um produtor, Bryan (Anthony Mackie), lhe encomenda o roteiro de uma comédia romântica típica. O problema é que ele acredita que filmes deste tipo idealizam o amor de uma forma que ele nunca é na vida real, mas Bryan promete-lhe que, caso aceite esta tarefa, terá a oportunidade tão sonhada de escrever o guião de um filme de ação. Desta forma, ele aceita a tarefa. Entretanto, no meio de todo o seu pessimismo sobre o romantismo em geral, ele conhece uma mulher (Michelle Monaghan) com um senso de humor bastante sarcástico, por quem acaba se apaixonando." retirado de adorocinema.com


Para mim...

Este já foi mesmo a testar limites, 2 filmes/2 dias seguidos/mesmo ator.
Ri do início ao fim com os diálogos humorísticos recheados de informação de autores famosos e as respetivas obras, análises sobre romances e personagens (chegando mesmo a imaginarem-se como sendo as personagens desses romances afim de testar o romantismo).
Um final tão verídico e que tantas vezes nos deparamos com histórias iguais: amigos que acabam por perceber que são o par perfeito porque simplesmente encaixam como uma luva.





Nota: Não via nenhum dos 2 novamente!





terça-feira, 15 de agosto de 2017

True time work

Um feriado pela frente, sem família disponível, fizemos uma atividade só de gajas...





Destralhar;
Partir;
Desmontar;
Carregar e empilhar para queimar no Inverno.

E assim ficou finalmente limpa a casa da bisavó das mais pequenas, desta sem direito a bolas de berlim só porque "a mãe é má".

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

PAN


Entre idas à praia apliquei-me na leitura: Estatutos, Declaração de Princípios, Regulamentos do PAN.
Nunca fui de política, nunca entrei em discussões de política nem nunca demonstrei qualquer interesse por partidos políticos até às últimas eleições.
Pela primeira vez deparei-me com um partido que defende as mesmas ideias que eu, trabalha para isso e tem apresentado resultados.
Pela primeira vez pondero a hipótese de me filiar num partido.

domingo, 13 de agosto de 2017

I feel music #32




"Sweet dreams are made of this
Who am I to disagree?
I travel the world and the seven seas
Everybody's looking for something"

E lá haverá verdade mais verdadeira que esta?

sábado, 12 de agosto de 2017

( beach mode )


Em anos a viver mesmo perto da praia não me lembro de tempo tão bom de praia como este.
Uma saída só de gajas...

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Cenas de família

No decurso de amena cavaqueira, via telefone, com a minha mãe cometo a estupidez de perguntar pelo meu irmão, aquele ser que dizem que é geneticamente igual a mim mas que raramente encontro, e a resposta atrapalhou a minha progenitora:

"Filha, espera uma bocado que tenho que ir ver ao mapa mundo para ver se me lembro do nome do país..."

O engraçado é que encarei aquilo como uma situação já plenamente normal, acabaram-se as "poker faces".

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Teenagers...

Pequenas dicas diárias que nos abrem os olhos para o facto de que vivemos com uma adolescente:

- respostas tipo :"Ó mãe, hoje estou naqueles dias!" (Quais dias caraças?? Tens 11 anos! Se agora é assim como será daqui a 2/3 anos?)

- sorrisos malandros a um comentário teu que pensavas que ninguém tinha ouvido em pleno jantar de família: "Em vez de adotar um festival adotava era um matulão com 20 anos e depilado..." (o sorriso dela foi indescritível, um misto de malandra e aprovação)

- elogios logo ao raiar do dia quando apareces na cozinha já vestida para tomar o pequeno-almoço e bazar para o trabalho: "Ó mãe hoje pareces uma boneca!" (agora se ela se referia à Barbie ou à Annabelle fiquei sem saber)

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Veggie: Delícia de maça com bolacha


Acompanhados com um pauzinho de canela para cada uma.
Quando se muda uma família inteira para alimentação vegetariana o que fica sempre para trás são as sobremesas porque os substitutos são sempre difíceis de arranjar, por isso vamos experimentando novas ideias como esta.

Ingredientes:

  • 4 maças golden;
  • sumo de 1 limão;
  • 100gr de açúcar amarelo (usei menos quantidade);
  • 1 pau canela;
  • 6 bolachas digestivas (usei Maria)


Preparação:

Descascar as mças e eliminar as sementes e cortar em cubos.
Colocar dentro de uma panela, regar com o sumo do limão, acrescentar o açúcar e o pau de canela. Tapar e levar a cozer em lume brando por 10 minutos.
Retirar do lume, tirar o pau de canela e distribuir pelas taças, deixar arrefecer.
Esmagar as bolachas com a ajuda de um rolo de cozinha e distribuir pelas taças e estão prontas a servir.


E porque não usar outras frutas?

domingo, 6 de agosto de 2017

I feel music #31






"Ela bate certo, no peito aberto
Aponta-me o caminho, no futuro incerto
Baby aproxima, faço-te uma rima
Faço um disco inteiro, tu és a agulha no palheiro"


A minha música da semana, em "repeat" várias vezes por dia, enquanto adormeço e ao acordar.
Algo que não experimentava à anos...ficar deitada na cama de auscultadores a ouvir música até de madrugada.

sábado, 5 de agosto de 2017

10/2017

Nome: Grey
Autora: E. L. James
Pontuação: 5*


"E.L. James oferece-nos uma nova perspectiva da história de amor que enfeitiçou milhares de leitores em todo o mundo, agora narrada pelo próprio Christian, que nos dá a conhecer os seus pensamentos e sonhos.

Christian Grey quer exercer um controlo férreo sobre todas as coisas, o seu universo é meticuloso, disciplinado e profundamente vazio - até ao dia em que Anastasia Steele dá um trambolhão no seu escritório, numa confusão de pernas bem torneadas e revoltos cabelos castanhos. Ele bem tenta esquecer que a conheceu, mas em vez disso é invadido por um turbilhão de emoções que não consegue compreender… e ao qual é incapaz de resistir. Ao contrário de todas as mulheres que conheceu antes, a tímida Ana parece conseguir vê-lo como ele realmente é - um coração frio e ferido que a faceta de génio dos negócios e o estilo de playboy não conseguem esconder.
Será que possuir Ana será suficiente para que Christian se livre dos horrores de infância que ainda hoje o perseguem, noite após noite? Ou será que os seus negros desejos sexuais, a sua obsessão pelo controlo, e o ódio contra si mesmo que lhe preenchem a alma vão afastar Ana e destruir para sempre a frágil esperança que ela lhe oferece?" em wook.pt



Para mim...

Desafio de Leitura 2017 - "Livro que comece com a letra do teu nome"


Já lido em 2015.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Frustração

Passo eu dias a ajudar as minhas filhas a lidar com a frustração e quando me calha a mim só me apetece esfolar alguém vivo.

Hoje sinto-me irascível..

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

terça-feira, 1 de agosto de 2017

O estranho caso da geleira

Denoto alguns olhares de soslaio, uma mistura de curiosidade e desconfiança, quando saiu de madrugada para ir trabalhar e arrasto uma geleira azul atrás de mim e ao final do dia regresso arrastando a mesma dita geleira.
Aguardo impacientemente o corajoso que articule as palavras que tanto espero: "Para que é?"
E dizer-lhe numa sublime dição que é para conservação de órgãos para tráfico...

domingo, 30 de julho de 2017

I feel music #30





"Mesmo sabendo que não gostavas
empenhei o meu anel de rubi
para te levar ao concerto
que havia no Rivoli



Hoje uma música que elas têm passado o dia a cantar e o orgulho de mãe impera por gostarem de música decente.

"não se ama alguém que não ouve a mesma canção"

sábado, 29 de julho de 2017

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Adeus!

É sempre difícil despedir-me de pessoas com o mesmo grau de transtornos psicológicos que eu.
São estas mesmas pessoas que me alegram o dia, me insultam e dizem que comigo não vale a pena porque não tenho sentimentos, pessoas que me ligam só para insultar alguém durante uns bons 15 minutos.
Hoje depois de 3 anos de pura partilha de doidice digo adeus a mais um colega de trabalho.

Dizem que me arranjaram um jantar vegetariano...

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Castelo Branco, vinho tinto e gelado de algodão doce

Uma publicação partilhada por Gabriela Oliveira (@gata_da_lua) a



Hoje tirei um dia de férias para conhecer clientes.
Na ida atravessámos o incêndio ainda activo de Nisa, plena A23 que ainda ontem estava cortada e hoje cheira a queimado e desolação.
Muitos km's depois, conversa que nunca se consegue colocar em dia devido à estupidez dos intervenientes, um almoço repleto de comida e vinho tinto, risquei conhecer "cromos de Castelo Branco" da minha lista "antes de morrer", uma paragem em nenhures para comer gelado de algodão doce, um regresso pelos vastos km's queimados do incêndio de Pedrogão Grande, uma tentativa minha de brilhar com o meu GPS e fomos parar a umas bombas de gasolina fora de serviço...

terça-feira, 25 de julho de 2017

"Raios partam os elevadores"

Esta sem dúvida é a expressão que uso mais vezes durante o meu dia de trabalho.
Nunca na minha vida imaginava que uma caixa que sobe e desce ao carregarmos nuns botõezinhos fosse tão complexa e complicada (e com manias muitas das vezes).
Chegando mesmo a divagar sobre um local idílico na terra onde não haja qualquer tipo de máquina elevatória de espécie alguma.
Mas o período de férias do chefe este ano está a ser os melhores dias para conseguir despachar todo o trabalho que auto-nomeie de menos urgente (pelo menos para mim)...
Pena que quando ele regressar não vai elogiar o meu trabalho, acho que muito pelo contrário, vai-me rogar umas quantas pragas quando vir a mais de 1 centena de cartas que já lá tem para assinar.

Oops i did it again!

domingo, 23 de julho de 2017

I feel music #29



No âmbito do nosso programa familiar de "culturização cinematográfica" das nossas crianças é claro que saber quem era o Indiana Jones fazia parte do programa.
Cantarolar o tema que define o próprio Indiana tornou-se conhecido de todos cá de casa.

sábado, 22 de julho de 2017

Final countdown

Já lhe fizemos as malas e durante uma semaninha vão estar a uns bons largos km daqui, obrigado My Camp e temos imensa pena de todos vocês.
Carregaram fatos de banho e vestidos de gala, protetor solar e repelente de insetos, chinelos e sapatilhas, sacos cama e pijama.



Hasta la vista crianças!!


sexta-feira, 21 de julho de 2017

[des]moda

Eu não percebo nada de moda, tento sempre manter um aspeto limpo e para mim isso é o meu máximo no que diz respeito a conjugações de roupa e acessórios.
Mas confesso que vejo modelitos por vezes que me assustam.
Não sei se foi pela hora madrugadora e eu ainda ir meio ensonada, ou então a criatura vestiu-se ela meio ensonada, porque leggings (daqueles bem justinhos que dividem as duas nádegas até ao meio das costas), mala vermelha em verniz, casaco cintado num azul bem vivo a combinar com os crocs que levava calçados da mesma cor... WTF???

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Anemia: actualização

2 meses e meio após os piores resultados de sempre que me valeram uma baixa médica de umas semanas, um corte de cabelo antecipado e uma mudança na alimentação com o apoio do Instituto macrobiótico. Não esquecendo o suplemento alimentar de ferro natural que me recomendaram e que estranhamente não fiz reação alérgica e tomo desde essa mesma altura.
Tenho o prazer de informar que passei de um valor de ferro de 3 para 26 e uma ferritina de 4 para 11.
Daqui a 3 meses anseio com expetativa os novos exames.

Iron girl!!

quarta-feira, 19 de julho de 2017

09/2017


Título: Em busca do carneiro selvagem
Autor: Haruki Murakami 
Pontuação: 3*

"Ambientado numa atmosfera japonesa, mas com um pé no noir americano, Murakami tece uma história detectivesca onde a realidade é palpável, dura e fria, e seria a verdade de qualquer um, não fosse um leve pormenor: é uma realidade absolutamente fantástica. Um publicitário divorciado, que tem um caso com uma rapariga de orelhas fascinantes, vê-se envolvido, graças a uma fotografia publicitária, numa trama inesperada: alguém quer que ele encontre um carneiro! Mas não é um carneiro qualquer. É um animal que pode mudar o rumo da história. Um carneiro sobrenatural… 
Murakami dá a esta estranha história um tom que só um oriental pode imprimir a uma crença, fazendo-a figurar como um facto da realidade. Coloca, de uma forma genial, a fantasia na aridez do mundo real." retirado de wook.pt

Para mim...

Desafio de Leitura 2017 - "Livro de autor estrangeiro - nacionalidade que nunca tenhas escolhido"



Este veio diretamente da biblioteca da minha mãe que deve ter todos os livros do autor traduzidos para português, porque o meu irmão deve de os ter mesmo todos em inglês.
Este foi escolhido pela minha mãe para eu ler e pessoalmente não gostei do enredo, o facto de haver um carneiro com ideias fixas de dominar o mundo poderia ter sido explorado melhor e tornado o livro mais aliciante à leitura em vez de se perder em pormenores enfadonhos.
Fica na minha lista eu própria escolher outro do autor e averiguar se o sentimento de mantêm.
    

terça-feira, 18 de julho de 2017

11 anos


E hoje encerramos os festejos de aniversários cá por casa, 1 por mês desde Abril já chega.

11 anos e temos oficialmente pré-adolescente a viver cá em casa, daquelas que já cora dos pés à cabeça ao passar em frente aos nadadores-salvadores na praia (love it) e grita:

"-Mãe, vais-mas pagar tão caras!"

Parabéns Juju voadora!

domingo, 16 de julho de 2017

I feel music #28





"Quando o nosso filho crescer
Eu vou-lhe dizer
Que te conheci num dia de sol
Que o teu olhar me prendeu
E eu vi o céu
E tudo o que estava ao meu redor
Que pegaste na minha mão
Naquele fim de verão
E me levaste a jantar
Ficaste com o meu coração
E como numa canção
Fizeste-me corar

Ali
Eu soube que era amor para a vida toda
Que era contigo a minha vida toda
Que era um amor para a vida toda..."

Não é simplesmente maravilhosa esta música?
E portuguesa. Tenho parado tudo sempre que passa no rádio e deliciou-me com a melodia.

sábado, 15 de julho de 2017

Ausência forçada

Pela primeira vez em 9 anos o meu portátil foi para manutenção.
Desconfia-se que o disco pretende ir para a reforma, logo vai ser trocado por um jovem, depilado e musculado, levar um sistema operativo da moda e um Office topo de gama.
Expecta-se que ainda vá ficar no SPA durante algum tempo pelo que raramente vou conseguir vir roubar o do marido.